||||||

 

Domingo, 24 de Agosto de 2008
iphone, um mês depois (parte 3)

parte 1 | parte 2 | parte 3

 

Hardware

A minha versão do iPhone vem com uma memória Flash de 16 Gb. Na verdade são 14 Gb reais se excluirmos o espaço ocupado pelo sistema operativo e fizermos os arredondamentos do costume.

O facto de ter memória Flash, tal como as pen drives, é óptimo porque o iPhone está constantemente em movimento e muitas das suas funções dependem mesmo desse movimento. Contudo, para mim, os 14 Gb já se tornam um handicap pois não consigo meter lá toda a minha mediateca. Lá tive de resolver o problema recorrendo às listas. É o problema de se estar habituado ao iPod de 30Gb.

Um outro problema é que  não é possível usar o iPhone como disco externo.

Uma das características mais referidas no iPhone é o facto de ser 3G. Em Portugal o 3G já existe há muito tempo e não é grande novidade, mas pergunto-me se realmente as pessoas sabem o que podem aproveitar da 3G. No iPhone a terceira geração apenas se nota na velocidade de acesso à Internet. De acordo com os testes que fiz, consegui uma velocidade de máxima de download de 1400 kb/s (numa média de 517 kb/s) numa zona com acesso à rede a 60%. Não é nada de especial, mas basta para a navegação pontual.

A maior parte do acesso à rede faço por Wi-Fi, uma excelente característica do smartphone. Aí a velocidade de acesso é semelhante à dos computadores cá de casa.

O GPS não é dos mais precisos, mas parece usar os dados das torres de transmissão para apurar os dados. Para o uso que lhe dou, serve perfeitamente. Contudo podemos usar o GPS em várias aplicações além dos mapas.

O iPhone possui uma ligação Bluetooth. Ainda estou para perceber porquê. Não é possível usá-la para fazer a sincronização com o iTunes, nem para enviar e receber ficheiros. Também não consegui usá-la com o meu auto-rádio, coisa que se fazia em 6 segundos com o HTC P3600. Pelo menos, vem desligada por pré-definição!

O ecrã é brilhante, de dimensões generosas e responde muito bem aos dedos, desde que estes não sejam muito "gordinhos". Usar as unhas, além de ser um "pecado" não faz dada. Um pouco acima do ecrán estão dois sensores: um de proximidade que desliga o ecrán quando aproximamos a face (muito útil durante as chamadas) e outro que analisa a luminosidade e ajusta o brilho de acordo com isso: bem pensado.

O sensor da câmara é de apenas 2 Megapíxeis, a esta altura do campeonato já se esperava algo melhor, mas dá conta do recado: tirar fotos simples e sem grandes opções. Para fotografias a sério uso uma máquina fotográfica a sério. Infelizmente não grava vídeos, o que é estranho pois penso que isso seria facilemte ultrapassado com software.

E chegamos à pior parte do equipamento do iPhone: a bateria.

Se uma pessoa não se "põe a pau" com o 3G, GPS e o Wi-Fi ligados ao fim de umas horitas temos de carregar novamente o bichinho. Então se nos pomos a usar jogos "muito exigentes" ela ainda acaba mais depressa.

O iPhone foi pensado para ser carregado, ou pelo menos ligado ao um computador  frequentemente. Por isso é que em poucos minutos a metade da bateria fica carregada e ao fim de pouco mais de uma hora fica completamente carregada. A maneira mais fácil é através do computador, pela porta USB, ou através do carregador fornecido (bem giro, por sinal). Infelizmente, carregadores que funcionavam com o iPod de 5ª geração parecem não funcionar com o iPhone, pelo menos com o carregador de isqueiro que tenho é assim.

 

Avaliação Global.

Prós

- Safari, Mail, Fotos, iPod, Mapas do Google.

- Quantidade de programas e jogos disponíveis para descarregar para o equipamento, uma grande parte deles gratuitos.

- Design, tamanho e ergonomia.

- Qualidade dos materiais.

- Acelerómetro, sensores e e écran multi-táctil.

- Memória Flash.

- Poder usar os dados do GPS em outras aplicações além dos mapas.

- Facilidade com que pode ser desbloqueado (jailbreak).

 

Contras

- Duração da bateria com as principais funções activadas.

- Não se pode usar como disco externo. (Afinal pode, através de software de terceiros. Obrigado Luciana)

- Só sincroniza as aplicações, as músicas, contactos, agenda e e-mails através do iTunes.

- Não filma.

- Não se pode usar como "acesso à Internet" num computador.

- Ausência de "Copiar e Colar".

- Ausência de MMS.

- Ter de se desbloquear para obter a maioria das funcionalidades acima indicadas.

 

Após pesar os prós e os contra, para mim, continua a ser uma excelente opção para substituir o HTC P3600 que foi "atropelado".

Tem algumas limitações que não se esperam num equipamento lançado em 2008 mas as novidades e a inovação trazidas por outras compensam. Novamente, a Apple faz-nos mudar os hábitos para nos adaptarmos aos aos seus produtos. Penso que isso até é saudável pois obriga-nos a pensar e a descobrir diferentes caminhos para atingir o mesmo objectivo.

Contudo, o facto de muito facilmente poder ser "libertado da tirania opressora do iTunes" e podermos instalar outras aplicações bem porreiras é "um must...".

 

Queria deixar uma palavra para os tarifários de dados absurdos que se praticam em Portugal pela Optimus e pela Vodafone. Os preços até podem ser aceitáveis, mas os limites não o são. Como 90% do meu tráfego de Internet faz-se através de várias redes Wi-fi (casa, escola, shoppings, etc.) não me incomoda muito. O pacote de dados de 100 MB por mês ainda vai dado para os gastos. Mas seria bem mais agradável que fosse possível ter pelo menos 1 Gb de tráfego para se poder usar todas as funcionalidades do iPhone em todo o lado.



publicado por mrconguito às 10:49
link do post | mandar bitaites | favorito

8 comentários:
De Luciana a 26 de Agosto de 2008 às 13:55
Olá!

Podes usar o IPhone como disco externo se instalares este programa: DiskAid

Procura aqui: http://www.digidna.net/diskaid


De mrconguito a 26 de Agosto de 2008 às 14:41
Não conhecia.
Muito boa dica, obrigadão!


De ocondutor a 27 de Agosto de 2008 às 00:15
Estás em grande forma. Parabéns!
Ora aqui está uma avaliação cuidada e bem feita por quem sabe: um utilizador. Longe das luzes, do folclore e das máquinas emprestadas.
Acho é que ainda não fiquei convencido. É uma máquina gira e cheia de potencialidades, dás-lhe um uso que não sei se alguma vez lhe daria, ainda por cima com os softwares externos que até já permitem gravar vídeo (fiquei a saber hoje). Mas como ando sempre com o computador atrás de mim e ainda me custa pagar tanto por um telemóvel, smartphone, whatever vou continuar com a ideia em pause.


De mrconguito a 27 de Agosto de 2008 às 00:40
Espera até sair a 3ª versão. essa até vai fazer cafés, ou melhor capuchinos!


De Saturno a 9 de Setembro de 2008 às 14:35
O copy Paste funciona sim ;)

http://www.vimeo.com/266383 < Podes verificar aqui e eu tinha ideia que funcionava pois já tive um e usei o copy paste.

Boas dicas ;)


De mrconguito a 9 de Setembro de 2008 às 20:26
he, he, eh...
Realmente é um fake muito bem feito!


De Anónimo a 19 de Novembro de 2008 às 20:51
Não é preciso ter cartão de crédito para criares uma conta na appstore para descarregar aplicações.
Basta criares a conta carregando numa aplicação grátis e depois introduzindo os dados. Na opção de pagamento não pões nada.
Agora se tentares criar a conta sem ser carregando numa aplicação grátis já não consegues sem cartão.


De mrconguito a 19 de Novembro de 2008 às 21:22
Não sabia!
Boa dica, para aqueles que querem uma conta na Apple Store sem ter de usar um cartão de crédito.


mandar bitaites

.em destaque:

Transformações

 

Pocoyo

 

iPhone, um mês depois...

 


.pesquisar neste blogue
 
.Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Perfil
.Acompanha o Sítio do Conguito por e-mail

Coloca o teu endereço:

Enviado por FeedBurner

.Acompanha o Sítio do Conguito pelos Feeds
artigos
comentários
blogs SAPO

.subscrever feeds
.ligações
.fotos
www.flickr.com
Este é um módulo do Flickr que mostra as fotos públicas de Mr Conguito. Faça o seu próprio módulo aqui.

Creative Commons License Este blogue e todo o seu conteúdo está licenciado pela licença "Creative Commons 2.5".