Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

Agora que já passou a febre do iPhone, agora que só se fala em jogos olímpicos, no acidente no aeroporto de Barajas ou da linha do Tua (sim, estas últimas palavras são para trazer gente do Google: parece que estão na moda) chegou a altura de vos dar conta da minha experiência com o gadjet da Apple. Como a "review" está um pouco longa vou dividi-la ao vários artigos.
 

Tal com já disse aqui, tenho o iPhone branco de 16 Gb. Aproveitando a promoção dos telemóveis a 1 euro da Optimus e o programa de pontos, fiz um negócio interessante adquirindo o smatphone por quase 400 euros e mantendo o meu tarifário de recarregamentos.

 

Design

O iPhone é de longe o gadjet mais elegante que circula pelo mercado, algo a que a Apple nos tem habituado.

A parte frontal é composta por um vidro com uma aparência bastante resistente, uma coluna de som discretamente escondida na parte superior e apenas um botão (home) na parte inferior.

Dos lados temos os tradicionais botões de aumento e diminuição de volume (foi aqui que senti falta da roda dentada do HTC 3600 para ajudar na navegação, mas ao fim de umas semanas, já nem me lembrava dela), bloqueio e de energia, uma entrada para auscutadores, outra para o cartão SIM, outra para o carregador e um par de colunas stéreo.

Na parte de trás temos a câmera de 2 Megapíxeis (sim, é mesmo muito fraquinha). Esta parte é feita de um plástico com aspecto um pouco frágil mas que até agora não teve nenhum risco.

De uma forma geral o iPhone não é muito grande, cabe perfeitamente na palma da minha mão e parece que foi construído mesmo para ser usado assim: na palma da mão, apenas com o dedo polegar ou então com a ajuda do indicador da outra mão. Além disso é tão pesado como a maioria dos smatphones que andam por aí.

 

Chamadas

A qualidade do som das chamadas, parece-me que é a mesma dos outros telemóveis.

Quando usamos os auscultadores da Apple, podemos usar o pequeno microfone que vem incluído no fio não só para nos fazermos ouvir melhor mas também para controlar as músicas do iPod. Se estivermos a ouvir música ou a ver um vídeo e recebermos uma chamada, a música, suavemente pausa, e permite-nos atender a chamada e retoma à posição onde estava quando atendemos.

 

O iPhone não permite fazer videochamadas pois não tem câmara frontal, contudo posso dizer que já tive 2 telemóveis com essa câmara e nunca fiz uma única videochamada.

 

O iPhone não tem chamada por voz, algo que já usava em outros equipamentos e que aqui me faz alguma falta, contudo é possível definir números favoritos para serem mais facilmente acessíveis. A ferramenta de pesquisa de contactos é muito boa, contudo no HTC era mais intuitiva pois permitia-nos começar a escrever o nome do contacto e ele "ia adivinhando" até chegar ao contacto pretendido.

 

[continua...]

parte 1 | parte 2 | parte 3

2 comentários

  • Imagem de perfil

    mrconguito 22.08.2008

    Olá iPhil. Estava a referir-me a uma funcionalidade que o HTC tinha no próprio teclado. No caso do iPhone temos de clicar na aba dos contactos... É uma questão de preciosismos não me irrita muito, mas foram alguns anos habituado ao Windows Mobile.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.