Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



iphone, um mês depois (parte 2)

23.08.08

parte 1 | parte 2 | parte 3

 

iPod

iPod

 

Um dos motivos que me levou a comprar o iPhone foi a hipótese de diminuir o número de gadjets no bolso. De facto, o iPhone é o melhor iPod de sempre!

A navegação é muito facilitada pela tela sensível ao toque. A vista de capas é muito útil quando não temos uma mediateca bastante grande. Tal como em versões anteriores do iPod, este é totalmente integrado com o iTunes e partilha com ele listas de reprodução, classificações e até o sítio onde ficamos a ouvir as músicas ou os vídeos (no caso dos podcasts e audiolivros). Gostei de descobrir que, mesmo com o equipamento bloqueado, é possível parar a música, mudar de faixa e aumentar e diminuir o volume, bastando dar dois cliques rápidos no botão Home.

Não gostei o facto de ter perdido a hipótese de consultar os comentários nos ficheiros mp3 (de alguns podcasts). Agora toda a informação disponível é o título, nome do artista e do álbum  e a capa. Além disso se tivermos ficheiros com nomes muito compridos, não é possível ver o nome completo, pois os nomes não fazem correm na horizontal quando são mais compridos que o écran.

 

Software 

Geopher Lite   Safari para o iPhone   menu inicial

 

Os programas incluídos com a versão 2.0 servem para a grande maioria das tarefas que um telemóvel contemporâneo realiza. por estranho que pareça, a Apple não colocou nenhum jogo.

Já são conhecidas as aplicações de calendário, contactos, calculadora, notas, bolsa, estado do tempo e relógio, principalmente pelo utilizadores do dashboard do Mac OS X. Até aqui nada de especial. A sincronização entre os contactos e a agenda no computador é perfeita e todos os dados que temos no computador estão disponíveis no telemóvel e vice-versa.

A aplicação de fotos, que sincroniza com o iPhoto é uma excelente forma de termos um álbum de fotografias no bolso. A navegação é bastante intuitiva e consegue arrancar sempre um "Huau!" quando a usamos. Contudo se tivermos uma galeria muito grande (tenho cerca de 8000 fotos) é necessário criar várias listas pois esta aplicação não permite navega por eventos, o que se torna um pouco entediante.

A aplicação de GPS usa o motor do Google Maps o que permite ter mapas com imagens de satélite: é excelente para o geocaching mas terrível para a navegação no carro porque não dá instruções em tempo real. Tanto esta aplicação como de vídeos do YouTube são "devoradoras" de tráfego de dados, por isso uso-as com muito cuidado.

As aplicações que mais uso são o Safari (para a navegação na Internet) e a Mail para o correio electrónico. São, na minha opinião, as melhores. A navegação é muito fácil e pela primeira vez parece ser como num computador. O Safari não aceita componentes Flash, o que faz com que alguns sítios não apareçam "completos". Também não é possível descarregar ficheiros, algo que não compreendo, pois estes são parte integrante da internet.  O Mail permite ver as mensagens  de correio electrónico e alguns tipos de anexos (.doc, .ppt e .pdf). É possível apagar uma série de mensagens de uma vez e até apagar sem as consultar (ideal para o SPAM).

O iPhone não suporta MMS (não envia nem recebe) e esta é outra das suas limitações pois eu até lhe dava um uso regular, a câmara é perfeita para isso e o programa de fotografias é das aplicações mais limitadas que conheço.

Também não é possível fazer "copiar e colar", nem sequer dentro das aplicações. Aqui está, a sua maior limitação. É uma pena.

Uma das grandes novidades no iPhone 3G foi o aparecimento da App Store, um sítio que permite descarregar para o telemóvel centenas de aplicações e jogos (muitíssimos destes gratuitos). Podemos descarregar as aplicações através do iTunes ou até do próprio telemóvel Para se poder descarregar aplicações, mesmo as gratuitas, é preciso ter uma conta na Apple Store e para isso é necessário ter um cartão de crédito. É mais uma infeliz imposição da Apple. Há aplicações para todos os gostos desde as mais inúteis (e divertidas) às mais funcionais, a maioria das aplicações disponíveis são jogos, o que fez aumentar consideravelmente a minha lista de programas instalados

 [continua...]

 

parte 1 | parte 2 | parte 3

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D

subscrever feeds