Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

Por isso, se vir alguém na rua:

- com ar sisudo, a olhar para o chão a pensar no que há-de fazer ao longo da próxima semana;

- a olhar para um mapa à procura de casa para ficar nos próximos meses porque a profissão a isso o obriga;

- a olhar para o céu a tentar imaginar como transformar o dia num conjunto de 35 horas;

- a olhar para a agenda a tentar perceber como irá acompanhar os seus filhos na escola quando ele está sempre fechado na sua;

- a ler um livro acerca das "novas crianças" e dos novos desafios que esta sociedade nos tráz;

- à procura de uma academia de artes marciais para aprender rudimentos de defesa pessoal, embora com a certeza que nunca será autorizado a usá-los, pois os casos de agressão são "esperádicos"

- com uma pilha de livros e material escolar, comprados do seu bolso para si e para os seus alunos.

 

Sorria!

 

Talvez esse sorriso lhe lembre o dos seus alunos quando aprendem algo de novo e o aqueça por dentro nestes dias cada vez mais frios.

Talvez esse sorriso o faça voltar a aceditar que ainda há gente boa, que compreende os professores, que os respeita e acima de tudo que acredita neles.