Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

O Magalhães ainda não chegou às nossas escolas mas a Intel já apresentou aquela que será a terceira versão do Classmate.

Mantendo muitas das características dos modelos anteriores como a resistência a quedas e a líquidos esta nova versão traz algumas novidades: um acelerómetro (sensor de movimento como no iPhone), uma tela touchscreen (sensível ao toque)  e uma webcam rotativa (180º).

 

 

Nota-se nesta edição uma atenção muito grande em relação aos pormenores e à forma como as crianças poderão interagir com o equipamento: podemos apoiar a mão sob o ecrã para escrever que o computador ignora essa pressão. Genial!

 

Infelizmente parece que a regra confirma-se: o sistema operativo será  o Windows XP, quando se poderia perfeitamente optar por um sistema aberto e gratuito. Mas pronto...

 

------

via engadget

Podem encontrar a primeira análise ao Classmate aqui (em inglês).

Final de Agosto, colocações de professores.

É o fado de uma classe.

 

Mas o que eu achei interessante desta vez foi que o fantástico "trio maravilha" anunciou à comunicação social que  125 mil professores já estão colocados. "As escolas estão prontas para funcionar".

E digo que anunciou à comunicação social pois apenas publicou as listas várias horas depois do anúncio. Os professores ainda tiveram que "sofrer" um bocadinho. É para saberem quem manda. 

No primeiro ciclo, foram colocados ZERO professores contratados. O que não traz boas notícias para eles.

Alguns professores do QZP (Quadro de Zona Pedagógica) e QE (Quadro de Escola) já sabem onde irão trabalhar no próximo ano e pronto. Já está!

 

Agora vamos ver, na realidade, quantas escolas não terão professores para os seus alunos no dia 12.

 

A forma como o Ministério da Educação publicitou as listas evidencia acima de tudo as suas... prioridades.

29 Ago, 2008

impressionante!

Esta noite acompanhei em directo o encerramento da Convenção Democrata através do seu sítio oficial.

Ao início era apenas para me fazer companhia enquanto escrevia mais uns parágrafos para a tese. Contudo, quando a música passou a ser substituída pelas intervenções políticas a minha atenção caiu nas imagens que chegavam de Denver.

 

 

Foi muito interessante ouvir os democratas a "cascar" na política do Bush e companhia, mas o melhor da noite foram as intervenções de Al Gore e de Barack Obama.

 

Al Gore, resumiu de uma forma brilhante a oportunidade perdida pela América (e pelo mundo) há oito atrás. Comparou Obama com Lincon (o primeiro presidente republicano) e mostrou que não devemos ter medo em confiar nele.

Um dos seus melhores momentos foi:

 

"John McCain, a man who has earned our respect on many levels, is now openly endorsing the policies of the Bush-Cheney White House and promising to actually continue them. The same policies all over again?
Hey, I believe in recycling, but that's ridiculous.
"

 

Obama, tal como as expectativas previam, fez um brilhante discurso onde apresentou as suas medidas, não teve medo dos assuntos quentes como o aborto e o casamento gay. Falou dos grande problemas que assolam a América (e por arrasto o mundo): a guerra, o terrorismo, a economia e o ambiente. Um aspecto que não esperava mas que gostei foi a agressividade com que falou das políticas de George Bush e da colagem de John McCain ao actual presidente.

 

Valeu bem a pena ficar ligado até às quatro da matina, quando aconteceu a apoteose e um estádio lotado ovacionou o seu candidato às presidenciais.

Cinematograficamente correu tudo muito bem. A emissão decorreu como se esperava e penso (e espero) que a mensagem tenha saído daquele estádio e entrado no coração de muitos americanos.

É que o que se passa lá tem profundos impactos em todo o mundo.

Já estão disponíveis mais informações sobre o "Magalhães", o computador de baixo custo para as crianças do Primeiro Ciclo do Ensino Básico. Também conhecido internacionalmente como a segunda versão do Classmate da Intel.

 

 

Aliás, o projecto até já tem uma página própria onde podem ser tiradas várias dúvidas.

 

Sabemos agora que:

- Poderá vir com Windows XP, Linux Caixa Mágica ou ambos.

- Vai estar disponível numa primeira fase para os alunos do ensino oficial e numa segunda para os do particular.

- Não será necessário adquirir acesso à internet para comprar o computador.

- O computador irá estar disponível ao público em geral mais tarde, provavelmente por 180 euros.

- A subscrição será feita nos mesmos moldes do e-escolas (provavelmente até na mesma página).

- Depois de adquirido o computador passa a ser propriedade das crianças.

- A subscrição poderá ser feita pelos encarregados de educação a partir do início da aulas, em meados de Setembro.

 

-------

sítio oficial: www.portatilmagalhaes.com  | perguntas e respostas

Pág. 1/5