Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

Os meninos e meninas do Jardim de Infância de Rio Côvo - Sta. Eulália (Barcelos) há muito que andas por estas bandas a explorar e a aprender com as novas tecnologias e com a Internet. Começaram com um blogue e agora até já têm a sua própria comunidade social na Internet. Sempre desejosos de partilhar as suas descobertas, fizeram-me descobrir que os senhores alemães da Gabor (uma empresa que fabrica calçado) nem sempre são tão "cinzentos" como os imaginava.

Vejam o relato:

 

"Na quinta-feira, o André chegou à sala com caixas, pauzinhos, tampas e esponjas que tinha juntado em casa com a ajuda da mãe. Já habituado à ideia de que os aproveitamentos e os "pequenos nadas" às vezes originam projectos muito importantes, começou logo a mostrar aos colegas os seus materiais. (...)
Mas, a surpresa acontece quando reparamos que no interior de uma das tampas da caixa dos sapatos havia um Molde! Surgem de imediato muitas perguntas e também prontas respostas:
"Para que serve o molde? Tem número, dá para medir? Eu sei porque já comprei sapatos na Gabor! A mãe do André já mediu o meu pé na Gabor! Eu calço o número... " Enfim, um diálogo que se prolongou, numa conversa onde a matemática parecia conquistar espaço! Chegámos então, à conclusão que seria melhor convidar a mãe do André para nos exemplificar como faz para ficarmos a saber o número do nosso pé. Afinal, já está habituada a medir os pés dos meninos (clientes) na tabela.
No dia seguinte, aqui estava... e todos ficámos a saber o número do nosso calçado!

Eis que surge mais uma dúvida: aquelas letras a dividirem os números o que diriam? Ora, esta pergunta não teve uma resposta imediata, pois tanto eu como a mãe do André não sabemos ler nem falar Alemão. Mas logo, logo, se envolve outra mãe para nos ajudar. Nada melhor que a mãe da Ariana que fala Alemão com os senhores Alemães da Gabor (já cá não está, mas é nossa amiga) e traduziu aquelas letras esquisitas, mas que se revelaram muito divertidas!"

 

E já agora, passem pela sua comunidade, talvez seja interessante e também aprendam muito: www.janelajardim.ning.com

30 Out, 2008

ZON Digital Games

É já para a próxima semana!

A Digital Games pretende ser a primeira de uma série de conferências sobre videojogos digitais.

 

A conferência realiza-se nos próximos dias 6 e 7 de Novembro no Porto em conjunto com a ARTECH 2008 - 4th International Conference on Digital Arts.

Organizada pela Universidade do Minho (Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade), pelo Instituto Superior Técnico, pela Universidade de Aveiro e pelos Spellcaster Studios, e com o patrocínio da ZON, esta conferência pretende ser um ponto de reflexão sobre  os videojogos e uma ponte entre o ambiente académico e industrial.

 

Para se inscreverem ou descobrirem mais informações consultem o seu sítio em: www.digitalgamesgroup.org/cdg2008

Um dos recursos mais interessantes e que mais associo à chamada web 2.0 é a "nuvem de palavras" ou "nuvem de tags". Estes recursos dispoem as palavras de acordo com a sua ocorrência: as mais frequentes a tamanho maior e as menos frequentes mais pequenas. É uma óptima forma de analizarmos visualmente o conteúdo de um texto.

Há uns tempos encontrei um sítio que transforma essas nuvens em "arte". Basta colocar o texto que pretendemos analizar, o endereço de um sítio ou uma conta do del.icio.us e esparar que a magia aconteça!

 

O wordle precisa que o JAVA esteja instalado no computador e ao fim de poucos segundos consegue criar fantásticas nuvens de palavras. Podemos definir a orientação das palavras, a cor e até o tipo de letra. No fim podemos criar belas galerias de palavras para partilhar com os nossos amigos.

 

É pena que a nuvem de assuntos aqui do SAPO não seja tão bonita, mas já conseguem ter uma ideia do que se fala por aqui.

 

Ah, já agora, vão a www.wordle.net/create e construam as vossas nuvens.

 

P.S. ofereço cinco tostões a quem descobrir a que se refere a nuvem que aparece na imagem...

Há cerca de duas semanas que o nosso agrupamento se encontra "pronto" para receber os códigos para pedir os computadores Magalhães.

Dizer que andamos um pouco abandonados neste processo é um eufemismo. As (poucas) informações de carácter oficial, quando chegam, são sintéticas ao ponto de apontarem para o sítio www.escolinhas.gov.pt que já não é actualizado desde que foi criado. Depois aparecem uns emails com informação telegráfica "só para os professores não dizerem que não sabem". Há ainda o caricato episódio da semântica do Ministério da Educação. A pouca informação tem chegado via plataforma MISI. Esta semana chegaram mais novidades acerca de como o processo se irá desenrolar. Ao fim de várias semanas já se sabe como o processo se irá desenrolar nas escolas.

De acordo com a informação do Ministério da Educação, o professor e a escola devem seguir os seguintes passos:

- Informar os encarregados de educação sobre o programa e-escolinha.

- Entregar aos encarregados de educação os documentos para adesão ao programa e-escolinha (ficha de inscrição e termo de responsabilidade) e esclarecer os modos de preenchimento.

- Realizar a inscrição dos alunos no sítio da Internet do e-escolinha, após a devolução pelos encarregados de educação dos documentos devidamente preenchidos.

- Verificar a veracidade dos dados sobre os alunos no sistema MISI e corrigí-los, caso se verifique alguma discrepância.

- Aguardar e verificar, através do sítio da Internet do programa e-escolinha, a data de entrega dos computadores Magalhães na escola, indicada pelos operadores.

- Assinalar no sistema que formam efectuados os pagamentos dos computadores pelos encarregados de educação, para que possam ser emitidos os recibos/facturas.

- Receber dos operadores os computadores Magalhães e distribuí-los pelos alunos.

- Receber dos operadores os recibos/facturas e entregá-los aos encarregados de educação.

-Estabelecer as regras para a utilização do computador em sala de aula e informar os encarregados de educação.

 

Relativamente ao Coordenador TIC, há algumas tarefas que são da sua responsabilidade:

- Apoiar os professores do 1º Ciclo na utilização do Magalhães.

- Identificar necessidades de formação.

- Integrar o Magalhães no projecto educativo da escola.

- Resolver problemas técnicos.

 

Agora vamos enviar mais papeis para casa, talvez fazer mais reuniões de pais e aguardar...

Só queria saber como é que, tanto os professores titulares de turma como os coordenadores TIC, irão conseguir tempo para fazer tudo isto sem prejudicar o tempo que passam com os alunos a ... ensinar!

_____

ACTUALIZAÇÃO (27/Out/2008) :

Os códigos para os professores fazerem a inscrição dos seus alunos já se encontram disponíveis na plataforma MISI.

Jonh Hodgman, é um genial comediante americano. Muito conhecido por ser o "PC" nos anúncios PC vs Mac da Apple. Também é um dos consultores-sabe-tudo do Daily Show. É uma "celebridade" entre os geeks...

Aqui podemos vê-lo nas conferência TED a contar os seus encontros com os ET's.

Mas o melhor da festa vem para o fim. Há um certo encontro em... Portugal!

Pág. 1/4