Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

15 Nov, 2008

novamente, na rua

Os professores voltaram à rua. Desta vez os movimentos independentes.

Eu estive presente na manifestação da semana passada e posso dizer que nunca me senti tão orgulhoso se ser professor.

 

 

Esta equipa ministrial e todos os seus "cães de fila" bem podem tentar desmobilizar-nos e colocar a opinião pública contra nós, mas penso que, no fim, a nossa voz será ouvida. Já que, tal como as palavras, ministros e políticas: leva-as o vento.

Mrconguito:

olha. mandei o twitterrific às favas!

 

o condutor:

que usas?

 

mrconguito:

instalei o twhirl

brutal!

 

o condutor:

sério?

tenho de experimentar

e esta conversa da #Anita já morreu?

 

mrconguito:

espero bem que sim!

hoje vi uma miúda na escola com um livro da anita e apeteceu-me rasgar-lhe o livro à frente dela!

 

Para quem não conhece a #Anita é um fenómeno (espero que) passageiro no universo twitter português.

Passo 1:
Trocamos a Madeira e os Açores pela Galiza, mas os espanhóis têm que levar
o Sócrates.

Passo 2:
Os galegos são boa onda, não dão chatices e ainda ficamos com o dinheiro
gerado pela Zara (é só a 3ª maior empresa de vestuário).
A indústria têxtil portuguesa é revitalizada. A Espanha fica encurralada
entre os Bascos e o Sócrates.

Passo 3:
Desesperados, os espanhois tentam devolver o Sócrates. A malta não aceita.

Passo 4:
Oferecem também o Pais Basco. A malta mantem-se firme e não aceita.

Passo 5:
A Catalunha aproveita a confusão para pedir a independência.
Cada vez mais desesperados, os espanhois devolvem-nos a Madeira
e os Açores e dão-nos ainda o Pais Basco e a Catalunha.
A contrapartida é termos que ficar com o Sócrates.
A malta arma-se em difícil mas aceita.

Passo 6:
Damos a independência ao País Basco.
A contrapartida é eles ficarem com o Sócrates.
A malta da Eta pensa que pode bem com ele e aceita sem hesitar.
Sem o Sócrates Portugal torna-se um paraíso e a Catalunha não causa
problemas.

Passo 7:
Afinal a Eta não aguenta o Sócrates, e o País Basco pede para se
tornar território português. A malta faz-se difícil mas aceita (apesar
de estar lá o Sócrates).

Passo 8:
Fazemos um acordo com o Brasil. Eles enviam-nos o lixo e nós
mandamos-lhes o Sócrates.

Passo 9:
O Brasil pede para voltar a ser colónia portuguesa. A malta aceita e
manda o Sócrates para os Farilhões das Berlengas apesar das gaivotas
perderem as penas e as andorinhas do mar deixarem de pôr ovos.


Passo 10:
Com os jogadores brasileiros mais os portugueses Portugal torna-se
campeão do mundo de futebol!

Passo 11:
Os espanhóis ficam tão desmoralizados, que nem oferecem resistência
quando os mandamos para Marrocos.

Passo 12:
Unificamos finalmente a Península Ibérica sob a bandeira portuguesa.

Passo 13:
A dimensão extraordinária adquirida que une a Península e o Brasil,
torna-nos verdadeiros senhores do Atlântico. Colocamos portagens no
mar, principalmente para os barcos americanos, que são sujeitos a uma
sobretaxa tão elevada que nem o preço do petróleo os salva.

Passo 14:
Economicamente asfixiados eles tentam aterrorizar-nos com o Bin Laden,
mas a malta ameaça enviar-lhes o Sócrates e eles rendem-se
incondicionalmente. Está ultrapassada a crise!

Facilíssimo, hein ???

 

(recebido por mail, obrigado Fatinha)

Há uns tempos um amigo perguntou-me qual era o melhor portártil do e-escolas pois estava a pensar comprar um para o ajudar nos trabalhos do curso das "Novas Oportunidades" que estava a frequentar.

Recomendei-lhe o InSys GameForce pois pareceu-me ser a máquina mais potente, principalmente por causa da placa gráfica dedicada. Expliquei-lhe que o computador não trazia Windows nem Office 2007, mas pelo contrário o interessante Linux Caixa Mágica 12 e o Open Office.

 

Até aí não houve problemas. Ele começou a usar o computador e deu-se muitíssimo bem com o Linux e com o Open Office. Até que começou a formação em TIC nas Novas Oportunidades e verificou que a formação versava OBRIGATORIAMENTE o Office 2007 e o Windows Vista!

 

Catita, não é?

Então, é assim? Colocam na oferta de computadores software aberto e depois obrigam o pessoal a "voltar" à Microsoft? E nem há hipóteses de usar o Open Office.

 

Lá vou ter de ler um pouco sobre o Wine para ver se o desenrasco...

10 Nov, 2008

Banco de itens

O GAVE (Gabinete de Avaliação Educacional) é a instituição, dependente do Ministério da Educação, responsável pela produção das provas de aferição do 4º e do 6º ano, e pelos exames nacionais do 9º e 12º ano. Em 2006 lançou o Banco de Itens com questões relacionadas com a Matemática.

Actualmente conta com questões sobre Matemática e Língua Portuguesa, do 1.º ao 3.º ciclo, Biologia, Biologia e Geologia, Economia, Física, Física e Química, Geografia e Química, do ensino secundário.

A página está aberta tanto a professores como alunos. Para os professores existe uma área privada onde estes podem criar pastas com itens a usar em trabalhos de casa ou para fichas de avaliação. Também é possível enviar sugestões de actividades que poderão ser publicadas no sítio.

 

Uma boa ideia que merece uma referência.
Para mais informações, dêm um saltinho a bi.gave.min-edu.pt/bi