Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

parece ser esta a lei na 5 de Outubro. E o povo engole.

 

Depois do caricato episódio sobre o qual a senhora Ministra da Educação (ou foi o PS? Fiquei confuso com as palavras dela) e o senhor Primeiro Ministro pediram desculpas, parece que agora se espera pela esponja que tudo apague.

 

Quanto a pedir responsabilidades, parece que já não é preciso.

O Ministério não tem culpa de nada. Afinal alguém usou o seu nome para contactar a escola, mas a esta altura isso não é suficientemente importante para investigar.

A empresa responsável pela produção do filme está convenientemente autista e também não parece preocupada em defender o seu "bom nome" (afinal há muito trabalhinho para fazer este ano e convém não chatear ninguém).

A Comissão Nacional de Eleições, a Comissão de Protecção de Menores e Jovens, a Comissão de Protecção de Dados e outros tantos organismos que frequentemente surgem a querer "mostrar trabalho", também parecem estar de férias e não querem dizer nada.

O "Pai da Nação", o Sr. Albino da CONFAP, deve estar fora do país, pois ainda não apareceu nas televisões a mandar os seus "bitaites".

 

Aos professores, aos pais e às crianças resta engolir e seguir em frente. Já é o hábito.

29 Abr, 2009

só quando chove

Um marmanjo está na cama com a amante quando ouve os passos do marido dela.
A mulher manda-o pegar nas roupas e saltar pela janela (é um rés-do-chão).
Ele refila, porque está a chover. Mas, não tendo outro remédio, salta e fica na rua, no meio de uma corrida (maratona).
Aproveita e corre junto com os outros, que o olham de uma forma esquisita. Afinal, ele está nu!
Um corredor pergunta:
- Tu corres sempre assim, nu?
- Sim! É tão boa esta sensação de liberdade...
Outro corredor pergunta:
- Mas tu corres sempre assim, nu e com as tuas roupas nos braços?
O gajo não se dá por vencido:
- Eu gosto assim.. Posso vestir-me no fim da prova, apanhar o meu carro e ir para casa...
Um terceiro corredor insiste:
- Mas tu corres sempre assim, nu, carregando as tuas roupas e com um preservativo na pila?
O sujeito responde:
- Só quando chove!

 

(recebido por e-mail. Obrigado, Augusta)

Letra original (italiano)

 

Nella fantasia io vedo un mondo giusto,
Li tutti vivono in pace e in onestà.
Io sogno d'anime che sono sempre libere,
Come le nuvole che volano,
Pien' d'umanità in fondo all'anima.

 

Nella fantasia io vedo un mondo chiaro,
Li anche la notte è meno oscura.
Io sogno d'anime che sono sempre libere,
Come le nuvole che volano.
Pien' d'umanità.

 

Nella fantasia esiste un vento caldo,
Che soffia sulle città, come amico.
Io sogno d'anime che sono sempre libere,
Come le nuvole che volano,
Pien' d'umanità in fondo all'anima.

tradução inglesa

 

In my fantasy I see a just world,
Where everyone lives in peace and in honesty.
I dream of spirits that are always free,
Like the clouds that fly,
Full of humanity in the depths of the spirit.

 

In my fantasy I see a bright world,
Where each night there is less darkness.
I dream of spirits that are always free,
Like the clouds that fly.
Full of humanity.

 

In my fantasy exists a warm wind,
That breathes into the city, like a friend.
I dream of spirits that are always free,
Like the clouds that fly,
Full of humanity in the depths of the spirit.

 

Desde há muitos anos que este filme me ficou gravado na memória, principalmente pela fantástica banda sonora.

"Nella Fantasia" é uma composição de Enrico Morricone, o autor da banda sonora, baseada numa antiga canção popular italiana. Relata as aspirações de um mundo melhor onde todos vivem em paz e harmonia. Acompanhado pelo oboé de "Gabriel", esta música consegue ser intemporal e fazer sempre sentido: acalmando-me e dando-me ánimo para seguir em frente.

Existem dezenas de versões desta música, aqui temos a versão de Chloë Agnew (uma das Celtic Woman).

É claro que é mais uma música 5* da minha playlist.

27 Abr, 2009

a promiscuidade

Propaganda e promiscuidade PS/Estado sem fim.

"Fui informado há pouco que uma escola do 1º Ciclo de Castelo de Vide foi contactada para uma reportagem sobre o computador "magalhães".

O contacto foi feito por alguém que se identificou como estando a falar em nome do Ministério da Educação.

Os professores pediram então autorização para recolha de imagens aos pais das crianças.
Na data marcada foi efectuada a reportagem em nome do Ministério da Educação.
Sucede que no dia 22 de Abril, a comunidade escolar de Castelo de Vide ficou chocada com o resultado da reportagem.
Os pais, alunos e professores verificaram, pela televisão, que não se tratou de uma recolha de imagens para o Ministério da Educação, mas antes para um tempo de antena do Partido Socialista.

Espero que as responsabilidades sobre mais este lamentável episódio sejam apuradas."

(in 31 da Armada)

 

Infelizmente isto já é tido como normal e ninguém é responsabilizado. Se alguém diz alguma coisa, é uma campanha negra e ainda se habilita a receber mais um mail "simpático" da "Santinha do Porto" ou uma descascadela do "Calhau" da 5 de Outubro.

 

Actualização:

Cá está a pérola para o qual o "Ministério da Educação" pediu autorização:

20 Abr, 2009

imagens semelhantes

Por vezes, quando fazemos uma pesquisa no Google por imagens, encontramos imagens quase perfeitas. Contudo não são exactamente as que queremos.

Para nos ajudar nessa tarefa, os laboratórios do Google lançaram uma nova ferramenta o "Similar Images". Esta ferramenta é muito útil para procurar imagens relacionadas semântica e visualmente.

 

A pesquisa aparentemente é igual à do Google Images, contudo temos uma nova opção que faz a diferença: clicando no botão "Similar Images" apenas vemos imagens semelhantes à escolhida. Podemos também clicar na imagem e navegar até à página onde ela se encontra, mas continuamos a ver imagens relacionadas no topo da página.

 

Espreitem o vídeo de apresentação e o sítio do projecto.

_____

sítio oficial: www.similar-images.googlelabs.com

Pág. 1/2