Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

penso que é mais um "mito urbano" mas aqui vai...

Um médico Otorrinolaringologista do Porto, Carlos Barreira da Costa decidiu compilar no livro "A Medicina na Voz do Povo", com a ajuda de muitos colegas de profissão, trinta anos de histórias, crenças e dizeres ouvidos durante o exercício desta da medicina"

no otorrino...

"A minha expectoração é limpa, assim branquinha, parece com sua licença espermatozóides".

"Quando me assoo dou um traque pelo ouvido, e enquanto não puxar pelo corpo, suar, ou o caralho, o nariz não se destapa".

"Não sei se isto que tenho no ouvido é cera ou caruncho".

"Isto deu-me de ter metido a cabeça no frigorífico. Um mês depois fui ao Hospital e disseram-me que tinha bolhas de ar no ouvido".

"Ouço mal, vejo mal, tenho a mente descaída".

"Fui ao Ftalmologista, meteu-me uns parafusinhos nos olhos a ver se as lágrimas saiam".

"Tenho a língua cheia de Áfricas".

"Gostava que as papilas gustativas se manifestassem a meu favor".

"O dente arrecolhia pus e na altura em que arrecolhia às imidulas infeccionava-as".

"A garganta traqueia-me, dá-me aqueles estalinhos e depois fica melhor".


...continua
[recebido por mail]

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.