Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o sítio do conguito

deambulações pela net, palavras, imagens, sons, coisas estranhas... enfim, eu.

Ontem falhei o primeiro post em quase ano e meio! Foi o primeiro dia sem publicações e a causa não é difícil de adivinhar.   A vida na escola anda uma miséria. Sempre a correr de um lado para o outro. Com um dicionário debaixo dos braços para tentar entender o eduquês do Ministério. A ser convocado pelo Executivo para substituir colegas convocadas com 16 horas de antecedências (sim, eu sei que deveriam ser 48 horas mas nestas alturas ninguém quer saber).     Ontem, em (...)
15 Nov, 2008

novamente, na rua

Os professores voltaram à rua. Desta vez os movimentos independentes. Eu estive presente na manifestação da semana passada e posso dizer que nunca me senti tão orgulhoso se ser professor.     Esta equipa ministrial e todos os seus "cães de fila" bem podem tentar desmobilizar-nos e colocar a opinião pública contra nós, mas penso que, no fim, a nossa voz será ouvida. Já que, tal como as palavras, ministros e políticas: leva-as o vento.
Há uns tempos um amigo perguntou-me qual era o melhor portártil do e-escolas pois estava a pensar comprar um para o ajudar nos trabalhos do curso das "Novas Oportunidades" que estava a frequentar. Recomendei-lhe o InSys GameForce pois pareceu-me ser a máquina mais potente, principalmente por causa da placa gráfica dedicada. Expliquei-lhe que o computador não trazia Windows nem Office 2007, mas pelo contrário o interessante Linux Caixa Mágica 12 e o Open Office.   Até (...)
Esta manhã o jornalista Camilo Lourenço foi à RTP falar sobre o caso da nacionalização do BPN.   Na memória ficaram algumas expressões como "Eu tenho dúvidas que o Banco de Portugal  não soubesse"  (1' 22'') "Quando aparecem processos de 5 milhões de euros, como o que caiu em cima de mim, as pessoas ficam com receio..." (...)
Final de Agosto, colocações de professores. É o fado de uma classe.   Mas o que eu achei interessante desta vez foi que o fantástico "trio maravilha" anunciou à comunicação social que  125 mil professores já estão colocados. "As escolas estão prontas para funcionar". E digo que anunciou à comunicação social pois apenas publicou as listas várias horas depois do anúncio. Os professores ainda tiveram que "sofrer" um bocadinho. É para saberem (...)